Sábado, 7 de Abril de 2007

Saudade incompreendida...

Sabes que nao podemos voltar atrás,

nem a ser ou a ter o que antes fomos ou tivemos,

Porque o tempo e as pessoas tem o triste e incomodo habito de querer tudo apagar e tudo mudar,

De quererem crescer ou ser, seguir em frente e esquecer,

Mas alguns de nós ainda podemos guardar, guardar tudo,

esses preciosos fragmentos de existência do que somos,

Essas memorias moribundas que insistem em perdurar por tempos afins.

Podemos guardar uma a uma,

Guarda-las numa caixinha pequenina, bem no fundo de nós , ali, palpitantemente escondida,

Que abrimos apenas de vez em quando, de tempos a tempos e até por vezes sem mesmo sabermos o porquê de a abrirmos, espreitamos, lembramos..

fazemos de conta que somos o que tivemos medo de ser,

E é nesse momento, nesse instante presente.. que queremos ter tudo de volta outra vez como era..

 

música: Death Lullaby

Escrito por Alma às 20:53
lnk | Escritos favoritos
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Quem sou ?


ver Alma

seguir perfil

. 1 seguidor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Ultimos escritos

Seria por um dia...

O peso de pó acumulado...

Filhos de Putagal

passagem...

... Fim?

Saudade incompreendida...

viste ?

Nao esqueci...

Coisa Nenhuma

... e o tempo quando pass...

O nosso Portal


Pórtico

tags

todas as tags